2017 09 « 1.2.3.4.5.6.7.8.9.10.11.12.13.14.15.16.17.18.19.20.21.22.23.24.25.26.27.28.29.30.31. »  2017 11

Publicação: 20 de Abril de 2014   Edição № 14

kage

2014/04/20 (Sun)


Atividades do Sindicato Union Mie em Mie Ken
Cerimônia de Abertura do Estandarte da Union Mie


Realizamos no dia 10 de janeiro de 2014 a cerimônia de abertura da Estandarte da Union Mie. O Local do evento foi no Salão de atividades Culturais de Mie Ken que fica a uma quadra do escritorio da Union Mie. Começamos com as apresentações pessoais de cada representantes dos grupos sindicais como Hospital Sakura, das Auto-escolas de Kameyama, Mie Koutou e Nagashima Jidousha gakkou e de todos os participantes em torno de 70 membros de varias ocupações profissionais
Quando começamos o expediente na primeira semana em Janeiro deste ano, varias consultas foram feitas, dando a impressão que este ano será bem atarefado
Já no dia 17 de janeiro, vamos receber a conclusão do julgamento contra o Hospital Sakura onde estamos pedindo uma indenização pela proibição da greve,.
Dando prosseguimento a este julgamento, estamos preparando outro julgamento para reivindicar uma indenização contra o próprio Tribunal de Justiça de Tsu por ter emitido um oficial negando o direito de greve que é um dos três direitos dos trabalhadores sindicalizados, reconhecidos pela Constituição do Japão.
A batalha judicial será acirrada, pois vamos lutar contra o próprio poder constitucional do Japão, muitos podem pensar que seje exagerado ou desnecessário, mas se deixarmos passar silenciosamente este fato, os direitos serão abnegados pelos proprios trabalhadores.Se tomarmos a posição de lutar por algo que é correto e certo, com certeza seremos todos constituidos com as verdades que nos libertará de todas as injustiças praticadas pelas classes patronais e tampar todos os furos das leis que tentam proteger os direitos dos trabalhadores.


Union Mie marcha contra Usina nuclear

No dia 9 de março, fizemos uma marcha contra reativação da energia nuclear e também estamos lutando para a abolição total das Usinas Nucleares, ou seja, que seje desmontada completamente todas as Usinas nucleares que existem no Japão no total de 54 Reatores. O local onde a população reuniu foi no Parque Oshiro Nishi Kouen que fica em frente à prefeitura de Tsu. Participaram varios grupos de diferentes cidades de Mie Ken, no total de 600 pessoas.
O apoio da população é primordial para que tenhamos uma vida saudável, sem risco de vida para toda a população. Após o acidente da usina nuclear de Fukushima, ja esta ocorrendo surto de cancer nas crianças menores de 10 anos de idade. É lastimável e imperdoável permitirmos o uso incontrolavel das Usinas nucleares. Temos que continuar com a campanha anti-nuclear para conscientizar dos riscos de vida que esta energia causa a toda população.


Seminário da Union Mie
Tema: “O País que mais explora os trabalhadores”


Convidamos a Senhora Nakano Mami que é advogada para falar sobre as condições dos trabalhadores no Japão. Depois que o governo do Primeiro Ministro Abe tomou posse do poder, muitas reformas estão sendo feitas no sentido de abrandar as leis que tentam proteger e garantir os direitos dos trabalhadores, permitindo assim o abuso das empresas, e piorando as condições de trabalho em todo o território do Japão.
A Senhora Nakano, falou da importancia do sindicato nestes tempos atuais da reforma do governo visando o abrandamento das leis trabalhistas. O Governo quer aumentar o emprego temporário e liberar a demissão remunerada. Por isso, o sindicato deve ter apoio de todos os membros e da população para fazer uma mobilização em massa no sentido de exigir estabilidade de emprego e eliminar a contratação temporária e exigir que as industrias contrratem diretamente os empregadores.


Sakura Byouin ganha a causa na Justiça

No dia 28 de fevereiro as 10:30 da manhã, o Juíz do Tribunal Regional de Tsu fez a declaração da sentença contra o Hospital Sakura Byouin, exigindo que pague o valor de indenização de 1milhão e seiscentos cinquenta mil yenes para a filial do sindicato Union Mie. O motivo da sentença foi que o Hospital não tomou as devidas proivdencias para apaziguar a disputa sindical no sentido de melhorar as condições de trabalho e aumento salarial. E também utilizou das ferramentas judiciais ilegalmente para proibir a greve dentro do Hospital, apresentando declarações falsas para convencer o Juíz a impeder a greve. Foi um ato ilegal do diretor do Hospital, mas a Justiça foi feita. Contudo, o Diretor do Hospital recorreu ao Tribunal Superior de Nagoya.


UNION MIE APOIA SPU GRUPO

O supertufão Hayan batizado pelos Filipinos como Yolanda devastou o arquipélado das Ilhas Filipinas.. Ficamos sabendo que as familias dos membros do SPU ”Sharp Pinoy Unity” grupo foram atingidas, por isso, a Union Mie fez a campanha de arrecadação para ajudar as familias dos membros. Com estes fundos arrecadados, eles compraram mantimentos e distribuiram gratuitamente a todos os desabrigados.
O SPU grupo atualmente com 150 membros, continua lutando pelos melhoramentos das condições de trabalho como o aumento salarial, a eliminação completa da taxa de trasporte coletiva, garantia de turnos alternados com 4 dias de trabalho e 2 dias de folga, e ferias remuneradas.


CLASSE DE ENSINO DA UNION MIE
Tema: Acidentes de trabalho

Dia 29 de Março de 2014, a Union Mie organizou uma classe de ensino abordando como o tema os problemas relacionados ao acidente de trabalho. Convidamos o Sr. Kawamoto Hiroyuki secretário Geral do Sindicato City Union para ensinar o que aprendeu com as consultas trabalhistas e experiências com seguro acidentes. Deu vários exemplos para explicar o procedimento correto em caso de acidente de trabalho. Uma dica importante; Quando o estagio da doença crônica, se tornou aguda por causa do trabalho, é possível usar o seguro acidente. Mais importante é pedir ajuda ao sindicato logo após o acidente.


RELATÓRIO DE CASOS RESOLVIDOS E CONFRATERNIZAÇÃO

Neste mesmo dia 29, também tivemos o relatório dos ultimos 3 meses de casos resolvidos por meio das negociaoes feitas com empreiteiras e empresas. Depois do relato dos casos e testemunha dos membros sobre as experiências ganhas com as lutas sindicais, fizemos uma festa de confraternização onde participaram mais de 40 membros do sindicato. A participação de todos os membros do sindicato é de suma importancia para fortalecer os enlaços de amizade e


RECUPERE AS HORAS EXTRAS.

Recupere suas horas extras mesmo após o desligamento da empresa. Não importa se é funcionário de tempo parcial, integral, ou empregado regular.
O Ministério da Saúde, Trabalho e Bem-Estar anunciou oficialmente em Outubro do ano passado, o resultado da orientação feita em toda Inspetoria de Normas Trabalhistas do país no periodo de abril de 2011 a março de 2012, onde foram pagas as horas extras cerca de 14,6Bilhões de ienes As horas extras devem ser pagas de acordo com a determinação do artigo 37 das normas trabalhistas.
Se você trabalhou fazendo horas extras de graça, ou a empresa por motivos ilegais não pagaram as horas extras, deve consultar um sindicato mais proximo da sua região. Você tem direito de recorrer até os ultimos 2 anos segundo o artigo 114 das normas trabalhistas.





関連記事
スポンサーサイト