2017 05 « 1.2.3.4.5.6.7.8.9.10.11.12.13.14.15.16.17.18.19.20.21.22.23.24.25.26.27.28.29.30. »  2017 07

Resumo do manifesto Hikari Seiko e a sua importância

kage

2012/05/14 (Mon)

Resumo do manifesto Hikari Seiko e a sua importância
Nós somos Shain! Parem de nos discriminar!


Mesmo sendo contratados diretamente pela empresa, nada mudou.
Em Abril de 2008, os trabalhadores estrangeiros da Hikari Seiko foram tranferidos da empreiteira, tornando-se funcionários efetivos (seishain) da empresa.
Mesmo com a tranferência de contrato, não houve nenhuma mudança nas condições trabalhistas, exceto o salário que abaixou. O calendário da fábrica continuou o mesmo da época em que eram da empreiteira, além de haver diferenças de preço entre os estrangeiros e os verdadeiros shain na refeição servido no refeitório.
As discriminações continuaram e nada mudou para os falsos shain da Hikari Seiko. Para dificultar a situação, a Hikari Seiko pretendia ainda tranferi-los novamente para a empreiteira, algo imperdoável.

Formação do Sindicato. E assim nasce o Grupo Hikari
Confusos pela situação, alguns membros determinados a lutar consultaram a Union Mie. Sabendo que com poucos membros a luta seria impossível, logo começaram a reunir os trabalhadores da Hikari Seiko e com mais de 60 membros na reunião de 5 de Julho de 2008 no Sports Magic Kuwana, formaram o Grupo Hikaro.

Das negociações á greve
Após informar a formação do Grupo Hikari, foram realizadas diversas negociações com a Hikari Seiko, nas quais a empresa fingia entrar num acordo para solucionar o caso enquanto por trás desrespeitava a sua palavra dada ao sindicato, recolocando individualmente os funcionários na empreiteira e armando para com que os membros saíssem do sindicato.
Em contra-ataque, o sindicato entrou em greve na Hikari Seiko, com o Slogan “Nós somos Shain! Parem de nos discriminar! ”(Oretachi wa Shain da! Sabetsu wa yamero!).
Num total de 3 manifestos, após da manifestação feita na matriz, os outros 2 foram realizados dentro das fábricas, demonstrando a nossa causa aos “verdadeiros ”seishain.

Prevenido a greve sem prazo. Continuidade para o contrato direto.
E se mesmo com tudo isso a Hikari Seiko não prometesse dar continuidade ao contrato de direto para todos após o dia 16 de outubro, foi avisado à empresa que todos os trabalhadores não-efetivos entrariam em greve geral sem prazo.
Toda essa luta resultou num acordo com o sindicato, onde a empresa jurou dar continuidade de meio ano ao contrato e acabar com as discriminações ocorridas entre os funcionários.
Colapso do Lehman Brothers como desculpa para demissão em massa. Oferta de demissão voluntária.
O acordo fechado com o sindicato serviu apenas para uma escapada momentanêa. A empresa começou a tercerizar o serviço dela e em 9 de dezembro, a Hikari Seiko avisou que não haveria renovação de contrato após abril do próximo e ofereceu oferta para demissão voluntária, afirmando como motivo o Colapso da Lehman Brothers ,a famosa crise econômica de 2008 na qual muitos estrangeiros foram demitidos e retornaram para os seus países de origem.
Assim a Hikari Seiko aproveitou a onda de corte em massa nacional para poder acabar de vez com os funcionários sindicalizados. Formação do Sindicato. E assim nasce o Grupo Hikari
Confusos pela situação, alguns membros determinados a lutar consultaram a Union Mie. Sabendo que com poucos membros a luta seria impossível, logo começaram a reunir os trabalhadores da Hikari Seiko e com mais de 60 membros na reunião de 5 de Julho de 2008 no Sports Magic Kuwana, formaram o Grupo Hikaro.

gamento
O sindicato preparou-se assim para a segunda guerra, contratando o advogado Murata, no qual ganhou no caso da Matsuhita Plasma, junto com mais 8 advogados para iniciar o caso na justiça, além de se ser descoberto que a Hikari Seiko contratava os seus funcionários por sua filial, burlando o artigo 44 da lei trabalhista e sendo denunciada à Secretaría do trabalho de Mie.
Com a onda de demissão em massa dos funcionários de empreiteiras, a Justiça reverteu o resultado do caso da Matsushita Plasma, negando o argumento do autor e os direitos ganhos pelos trabalhadores.
Após o resultado desse julgamento, praticamente todos os processos na justiça dos trabalhadores contra as empresas foram perdidos e não houve exceção para a Hikari Seiko, onde foi dada uma liminar negando a responsabilidade da empresa em janeiro de 2010, além da ordem ilegal da secretaría do trabalho de Mie dada em setembro sobre as ações ilegais da empresa.

Julgamento, finalmente um acordo
No final de 2011, finalmente foi dado um ponto final à luta. O tribunal aconselhou um acordo amigável, onde tanto empresários da Hikari Seiko como os trabalhadores aceitaram.
No momento em que o sindicato conseguiu vantagem no acordo, a empresa pediu o cancelamento das negociações à Secretaría Central do Trabalho, no qual foi negado pelo sindicato, pedindo outro acordo no mesmo.
Assim, no tribunal foi fechado o acordo em 18 de janeiro de 2012 e na Secretaría Central do Trabalho em 25 de janeiro.
Infelizmente a publicação detalhada do artigo está proibída, mas o ambos confirmam a responsabilidade da empresa, fazendo com que a Hikari Seiko jure eternamente para que proteja o acordo, anulando assim a ordem da seccretaría do trabalho de Mie.
Dessa maneira a guerra trabalhista entre os funcionários contra os empresários da Hikari Seiko terminou. Agradecemos a todos que participaram e ajudaram no caso.

A importância de lutar
A nossa luta contínua resultou num acordo junto com o tribunal e a Secretaría Central do Trabalho, ou dizendo em outras palavras, é fundamental e indispensável ter determinação em continuar lutando até chegar à um resultado satisfatório.
E enquanto existir discriminação contra os trabalhadores não-efetivos, haverá luta. O grito de guerra dos funcionários da Hikari Seiko “Nós somos Shain! Parem de nos discriminar!” não é apenas um grito deles, mas sim um grito no qual expressa o sentimento unversal de muitos trabalhadores não-efetivos espalhados pelo país inteiro.
O caso da Hikari Seiko e o Grupo Hikari mostrou-nos a importância da união e uma possibilidade jamais imaginada pelos trabalhadores, semeando esperança entre as pessoas, além de tornar-se uma inspiração para os demais membros poderem lutar.

UNIÃO FAZ A FORÇA!!!Para contatar ligue para Telefone abaixo:

TEL:059-225-408 FAX:059-225-4402 email: QYY02435@nifty.com


===UNION Mie===

Para os trabalhadores da Sindicato"UNION MIE"
TEL:059-225-4088 FAX:059-225-4402 email: QYY02435@nifty.com

Atendimento(問合せ時間):
Segunda a sabado Das 9:00 s 17:00 hrs
Endereo(住所): 〒514-0003 Tsu-shi Sakurabashi 3-444 4 Andar
Inscrio(会費): \ 2000 Mensalidade: \ 2000

Doaes (寄付)
Banco(銀行名):hyaku go honten(百五銀行 本店)
N/C(口座番号):(普)1086110
Nome da entidade(名義): Union Mie(ユニオンみえ)

DONDON para Edio Portugus:
http://unionmie.exblog.jp/i23/

ユニオンみえ・地図
関連記事
スポンサーサイト