2017 03 « 1.2.3.4.5.6.7.8.9.10.11.12.13.14.15.16.17.18.19.20.21.22.23.24.25.26.27.28.29.30. »  2017 05

DECLARAO PARA CONVIVNCIA MULTICULTURAL

kage

2011/05/16 (Mon)

DECLARAO PARA CONVIVNCIA MULTICULTURAL

Estamos lutando todos os dias com respeito, para que se torne uma realidade uma convivncia multicultural.
H 7 anos atrs, fizemos uma declarao conjunta com as provncias de Aichi, Gifu e Nagoya, com o objetivo de enganjar nesta meta de se tornar uma convivncia multicultural uma realidade. E no ano passado o numero de estrangeiros filiados ao sindicato, chegava j a metade do numero total de filiados, por isso resolvemos estabelecer novas metas e para isso reavaliamos a declarao anterior para promover uma internacionalizao desta convivncia multicultural. Mas por outro lado, os afiliados estrangeiros do sindicato que estavam nas empresas, em uma destas empresas, sofreu descaradamente discriminaes sem medidas. Podomos citar alguns exemplos como uma funcionria de cor escura, o lder chingou ela de animal. Para outra funcionaria, o lder falou pra ela transar com ele para pagar a tela de televiso que havia quebrado, no bastando ainda estes acontecimentos, falava para uma outra funcionria que era gorda de aho! Debu!, No bastando estas aberraes, o lder trombou na funcionria e perguntou se doeu? Quando ela respondeu que no, o lder japons falou em portugus, que se colocar na bunda de manh no doi n!. Que horrivel! Que vergonha!. Para combater tais discriminaes, s necessrio intensificar a nossa luta para que se torne uma realidade esta convivncia multicultural.
Todos devem saber que os estrangeiros com o visto legal de trabalho residentes no Japo, no deve ser tratado com discriminao no que se refere ao salrio, jornada de trabalho, tipos de trabalho, por causa da nacionalidade, crena ou posio social, conforme determina o artigo 3 da Lei de Normas Trabalhistas. E todos os trabalhadores com condies de "residentes" no Japo receber o amparo das leis japonesas, como Lei de Normas Trabalhistas, Lei de Seguro contra Acidente de Trabalho, Lei do Salrio Mnimo, Lei de Segurana e Higiene do Trabalho, etc. Mas para que estas leis possam ser aplicadas eficientemente, necessitamos da lei do sindicato onde o trabalhador filiado ao sindicato de trabalho, pode ser favorecida com a lei que regulamenta a relao da companhia o sindicato, que e chamada Lei de Relao de Trabalho em Grupo, mas de uma forma geral, so poucos os nikkeis que esto filiados ao sindicato. Lei Sindical protege os direitos de seus filiados. No artigo 6 da lei do sindicato permite que os trabalhadores sindicalizados ou representante do sindicato possa fazer as negociaes com a empresa. Conforme o artigo 7, o empregador no pode discriminar o trabalhador porque se filiou ao sindicato, ou obrigar a sair do sindicato,ou mesmo recusar de negociar com o sindicato junto aos membros filiados. At na formao do sindicato dentro da fabrica, no podem interferir.No artigo 8 diz ainda que o empregador no pode pedir nenhuma indenizao pelos prejuizos causados pelas greves ou outras aes coletivas do sindicato.



===UNION Mie===

Para os trabalhadores da Sindicato"UNION MIE"
TEL:059-225-4088 FAX:059-225-4402 email: QYY02435@nifty.com

Atendimento(問合せ時間):
Segunda a sabado Das 9:00 s 17:00 hrs
Endereo(住所): 〒514-0003 Tsu-shi Sakurabashi 3-444 4 Andar
Inscrio(会費): \ 2000 Mensalidade: \ 2000

Doaes (寄付)
Banco(銀行名):hyaku go honten(百五銀行 本店)
N/C(口座番号):(普)1086110
Nome da entidade(名義): Union Mie(ユニオンみえ)

DONDON para Edio Portugus:
http://unionmie.exblog.jp/i23/


関連記事
スポンサーサイト

コメントフォーム

kage


URL:




Comment:

Password:

Secret:

管理者にだけ表示を許可する

この記事へのトラックバック